Páginas

8 de fev de 2012

A mediadora, A terra das sombras - Meg Cabot


Falar com um fantasma pode ser assustador. Ter a habilidade de se comunicar com todos eles então é de arrepiar qualquer um. A jovem Suzannah seria uma adolescente nova-iorquina comum, com seu indefectível casaco de couro, botas de combate e humor cáustico, se não fosse por um pequeno detalhe: ela conversa com mortos. Suzannah é uma mediadora, em termos místicos, uma pessoa cuja missão é ajudar almas penadas a descansar em paz. Um dom nada bem-vindo e que a deixa em apuros com mãe e professores. Como convencê-los da inocência nas travessuras provocadas por assombrações?
Com muito humor, neste primeiro volume da série A mediadora, Meg Cabot nos apresenta a vida desta mediadora que tem certa ojeriza a prédios antigos: quanto mais velho um edifício, maiores as probabilidades de alguém ter morrido dentro dele. Filha de um pai-fantasma nada ausente e uma nova família, que inclui um pai adotivo e três irmãos postiços, a história começa com a mudança de Suzannah para uma casa mal-assombrada na ensolarada Califórnia. Só que Jesse não é um espírito qualquer, é um fantasma bonitão que nada faz para assustá-la, muito pelo contrário.



Esse foi primeiro livro que li da Meg Cabot, e já tinha ouvido falar dela, mas eu era meio cética quando via alguém dizer que ela é uma diva da literatura e tudo mais.
Depois que eu li esse livro eu passei a concordar com as pessoas diziam (é duro, mas eu mudei de opinião, todo mundo muda). 
Eu gosto muito de livros que falem sobre coisas sobrenaturais, mas esse livro eu descobrir por acaso, encontrei a série inteira em "pdf" no notebook que era da minha irmã mais velha e agora é meu, depois disso eu fui procurar pela história do livro, quando eu vi do que se tratava comecei a ler o livro na mesma hora, e sinceramente foi a melhor coisa que eu fiz.
Adorei ver como ela se virava nessa nova fase da vida (mudança pra Califórnia) misturado com ainda ter que lidar com fantasma e ter esconder isso de mais 4 pessoas.

Boa leitura
Beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E ai? Gostou? Não Gostou? Comente, exponha as suas opiniões, vou adorar conhece-las. Mas seja educado(a), se houver xingamentos ou palavrões, enfim qualquer tipo de comentário com palavras de baixo escalão eu irei excluí-los.