Páginas

26 de mar de 2012

Apoiado: Projeto Mais Leitura

Eu como uma leitora viciada e assumida, sempre que eu me deparo com projetos que incentive a leitura fico fascinada com a iniciativa de alguém para aumentar o número de leitores no Brasil.
Quando eu fiquei sabendo do Projeto Mais Leitura, eu só faltei sair correndo a procura do Poupa Tempo mais próximo.
Andei procurando por mais informações sobre o projeto e consegui as informações abaixo no site da Secretaria do Estado da Casa Civil do Rio de Janeiro:

Com unidades em São Gonçalo, Bangu e São João de Meriti, o projeto Mais Leitura se estenderá para todas as unidades do Rio Poupa Tempo. Inaugurado há apenas cinco meses, o Mais Leitura já vendeu 30 mil livros e pretende alcançar a marca de 500 mil obras por ano até o fim de 2012. O projeto, idealizado pelo Governo do Estado com o objetivo de democratizar o acesso à leitura, vende livros novos a partir de R$ 2.
 Quem aguarda atendimento nas unidades do Rio Poupa Tempo pode aproveitar o período de espera para descobrir novos autores e comprar livros por um preço que cabe no orçamento. Mais de 40 editoras abastecem as estantes com grandes clássicos da literatura, romances policiais, literatura, economia, história, biografias, autoajuda, entre outros gêneros. Os livros infantis, um dos mais procurados nas unidades, reforçam a importância do projeto na criação de novos leitores.
 - Levamos à população estímulo à leitura, oferecendo publicações que poderiam custar R$ 40 ou R$ 60 por R$ 2. O objetivo do projeto, no entanto, não é competir com as livrarias e sim incentivar o hábito da leitura. Ao comprar um livro, uma pessoa se sente motivada a ler outras obras e a compartilhar os livros com familiares e amigos – disse o diretor-presidente da Imprensa Oficial, Haroldo Zager.
 A renovada oferta de títulos é fruto da parceria do projeto com as editoras, que também conta com o apoio do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel).
 - Toda ação que tenha por objetivo fomentar o hábito da leitura é sempre bem-vinda. Cabe a nós estimular a adesão de nossos afiliados que se beneficiam com o projeto, na medida em que promovem o ingresso de novos leitores no mercado, bem como a difusão de sua marca, que fica associada a uma iniciativa positiva - ressalta a presidente do Snel, Sônia Machado Jardim.
 A primeira unidade do Mais Leitura foi a de São Gonçalo. No dia 4 de novembro, foram inauguradas as unidades de São João de Meriti e Bangu.
 - Você tem certeza que este é o preço? Esta é uma das perguntas mais freqüentes - conta Kamilla Gesse, atendente da agência São Gonçalo.  


O que eu acho? Tomara que mais Projetos como esse sejam criados por esse Brasil a fora.
Porque quem ler adquiri cultura, e só um país com um povo com alto nível de cultura pode ser considerado desenvolvido e só o conhecimento pode trazer melhorias para todos. Fica a dica =D
Mais informações no site da Imprensa Oficial.
E vocês? Conhecem algum projeto que incentive a leitura?
Se sim, conte aqui como funciona.

Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E ai? Gostou? Não Gostou? Comente, exponha as suas opiniões, vou adorar conhece-las. Mas seja educado(a), se houver xingamentos ou palavrões, enfim qualquer tipo de comentário com palavras de baixo escalão eu irei excluí-los.